OpenText apresenta nova tecnologia de auditoria de segurança cibernética; confira!

OpenText
‏‏‎ ‏‏‎ ‎‎‏‏‎ ‎•‎‏‏‏‎ ‏‏‎ ‎‎‏‏‎ Atualização em 7 de fevereiro de 2024

A OpenText anunciou o lançamento da segunda geração de sua avançada tecnologia de auditoria de segurança cibernética, denominada Fortify Audit Assistant.

Ela tem o propósito de auxiliar os desenvolvedores na construção de software mais seguro diante das crescentes ameaças e complexidades dos ambientes multi-cloud.

Características da nova tecnologia da OpenText 

A primeira característica é o uso de análises preditivas e aprendizado das máquinas para tentar igualar-se a auditores de segurança humanos. 

Ao se basear em 10 anos de dados de especialistas humanos, o novo Fortify Audit Assistant melhora a precisão e reduz os falsos positivos em até 90% em comparação com a versão anterior.

Isso permite que as equipes de segurança deem maior foco para as vulnerabilidades mais críticas.

Também inclui mais de 30 modelos de linguagem, oferecendo uma compreensão mais a fundo das linguagens de programação. 

Além disso, os novos modelos são mais adaptáveis para aprender os ambientes exclusivos de cada cliente e atender às necessidades de privacidade de dados.

“A primeira geração do Fortify Audit Assistant estava à frente de seu tempo, mas essas novas melhorias levam-no ao próximo nível em termos de eficácia”, afirmou Prentiss Donohue, vice-presidente executivo de segurança cibernética da OpenText.

A empresa declara que nenhum outro fornecedor pode igualar a profundidade da inteligência sobre vulnerabilidades gerada a partir de 10 anos de dados de auditoria por especialistas humanos.

Vá mais longe com a Studio Visual

Sua empresa precisa de especialistas em tecnologia? Há mais de 22 anos, a Studio Visual atua no mercado de soluções digitais, oferecendo serviços em diferentes frentes, como Desenvolvimento, UX e UI, SEO, Content Marketing e muito mais. 

Saiba como podemos ajudar a sua empresa a alcançar melhores resultados. Converse com um de nossos especialistas!

Gostou deste artigo? Não esqueça de compartilhar.
Facebook
Twitter
LinkedIn

Leia também