Descubra como ter uma loja virtual integrada à sua loja física

Quer saber como vender online? Um dos principais desafios para empresas mais antigas é se adaptar ao ambiente digital. Já possuem credibilidade no offline, mas temem gastar muito dinheiro indo pro online e isso não gerar vendas. Esse é um cenário bastante comum no Brasil. 

Para esclarecer, confira neste artigo, estratégias para ajudar a aliar vendas na loja física e virtual.

 

como vender online

 

Conteúdo:


Como fazer vendas online?

A primeira dúvida entre as pessoas que ainda não estão no ambiente digital é como fazer vendas online. Existem diversas maneiras de colocar um produto ou um serviço à venda na internet. 

Veja qual delas mais combina com seu negócio: 

 

  • E-commerce: um site onde todos os seus produtos estarão disponíveis para venda. O consumidor vai poder analisar, escolher produtos e fazer pagamentos. A sua missão como dono de um e-commerce é organizar o estoque para esses produtos estarem disponíveis, entregar no endereço e prazo indicado. 

 

  • Anúncios no Google: praticamente todas as pessoas da internet utilizam o Google para procurar sites ou produtos. Invista em anúncios no Google para alcançar o seu público-alvo. 

 

  • Landing page com captação de leads: uma forma de atrair visitantes para um e-commerce é com Landing Pages, páginas com conteúdo estratégico que atraem público para o site. 

 

  • Investimento em SEO: para ter um bom acesso via motor de busca, é necessário aplicar estratégias SEO no site. Assim, ele ficará otimizado e o algoritmo do Google vai entender que o site atende às necessidades de busca. 

 

  • Email marketing: você pode estar sempre conectado aos seus clientes com um e-mail marketing que irá oferecer produtos ou serviços nesse formato. 

 

  • Marketplace: funciona como um shopping center virtual, pois é uma plataforma onde diversos vendedores colocam seus produtos à venda. Caso consiga vender produtos por lá, parte das vendas vão para o dono da plataforma. 

 

  • Redes sociais: Prepare uma estratégia para entrar nas redes sociais com postagens e ações patrocinadas que despertem o interesse pelo seu produto. As redes são, também, um ótimo espaço para elaborar o branding e serem uma vitrine virtual da empresa. (Facebook, Instagram, Twitter, Pinterest e outros).

 

  • Afiliados: uma outra alternativa é fazer parcerias com sites e se tornar um site afiliado. Um blog, por exemplo, irá produzir um conteúdo indicando seu produto e elogiando o mesmo. Com muitas pessoas lendo, é possível que eles também se interessem pelo seu negócio. Efetuando a venda, parte irá para o blog que fez a propaganda. 

 

O que vender online?

O que realmente pode ser vendido pela internet? Muitos donos de empresas ficam com um pé atrás de entrar no ambiente digital por não saber o que pode ou não ser comercializado online. 

Confira os principais itens que podem ser vendidos no ambiente digital. É importante conferir se seu negócio se encaixa nesses itens listados abaixo.

 

Serviços

É possível vender serviços pela internet. Atualmente, um dos mais populares é o de aluguel de carros. Locadoras estão possuem sites e aplicativos para quem está disposto a alugar um veículo para uso pessoal ou profissional. 

Para quem faz manutenção de produtos, reservar um quarto de hotel ou até mesmo contratar um seguro. Tudo isso pode ser feito de maneira online.

 

Produtos

Lojas que vendem roupas, sapatos, produtos eletrônicos, livros e muito mais. 

Não são apenas produtos físicos que são vendidos na internet, mas também produtos digitais. Nos últimos anos, por exemplo, o mercado de e-books cresceu bastante. Indo para o nosso mercado, é possível comprar plugins e temas para WordPress no e-commerce. 

Então, são praticamente todos os produtos que são vendidos offline podem ser vendidos online também.

 

Estratégias de como vender online

Para vender qualquer produto online, é necessário uma estratégia. Elas são diferentes de uma venda em loja física. É preciso fazer ajustes e encontrar uma maneira com que as pessoas se interessem pelo seu produto no ambiente digital.

Avalie e estude como essas dicas poderão se aplicar ao seu negócio. 

 

  • 1. Defina seu nicho para o mercado online: é preciso saber qual é o público alvo do seu negócio. Assim, será mais simples de direcionar campanhas e definir todo o layout do site. 

 

  • 2. Crie um plano de negócios: saiba o quanto vai investir, como será o estoque, o sistema de entrega e muitos outros itens específicos do seu comércio. Sem isso, será muito difícil fazer sucesso. 

 

  • 3. Faça um estudo sobre o consumidor: mesmo sabendo do nicho, é necessário entender como o consumidor pensa e se comporta. Ele costuma olhar em quantas lojas antes de comprar? Ele compra mais se puder parcelar? Essas são informações que podem ajudar nas suas vendas. 

 

  • 4. Acompanhe a jornada do seu consumidor: isso será um complemento do tópico anterior. Dentro do estudo do consumidor, irá descobrir a jornada dele, que são todos os passos antes de efetuar a compra. 

 

  • 5. Tenha uma equipe para monitorar as vendas online: não é possível fazer tudo sozinho. Tenha uma equipe que faça todo o acompanhamento das vendas pela internet. Monitore a partir de relatórios para avaliar desempenho. 

 

  • 6. Crie uma estrutura de atendimento online: mesmo tendo uma loja física, muitas pessoas vão te conhecer apenas pelo online. É preciso ter um atendimento para esses clientes. Então, tenha uma equipe de atendimento para entrar em contato sempre que precisar com seus clientes. 

 

  • 7. Crie estratégias para o pós-venda: a venda não acaba quando o cliente paga e leva o produto para casa. É muito importante manter o relacionamento com ele depois. Saber como foi a experiência, se vai ser necessário ter trocas, como está a qualidade do produto. Por isso, crie uma relação com o cliente e ele sempre vai pensar no seu negócio. 

 

  • 8. Invista no marketing de conteúdo: uma maneira de se posicionar no mercado é sendo um especialista sobre o produto que vende. Então, invista em produção de conteúdo e mostre que domina do assunto. Isso passa um ar de credibilidade para o cliente, e isso pode fazer diferença na hora da compra. 

 

  • 9. Dê preferência para uma maior quantidade do que variedade de produtos: na hora de montar um estoque dê preferência para a quantidade e não variedade. É melhor ter produtos de sobra e atender sempre o cliente, do que ter muitos e não conseguir atender a todos. 

 

  • 10. Mantenha os leads do e-mail marketing atualizados: e-mail marketing é uma forma de estar em contato com seus clientes. Eles precisam estar sempre com informações precisas e atualizadas. Caso contrário, a credibilidade da sua loja pode cair. 

 

  • 11. Faça uma atualização regular do catálogo e estoque: sempre busque ter produtos novos e promoções na sua loja. Isso ajuda a atrair mais clientes e fazer com que os antigos voltem. 

 

  • 12. Faça pesquisas de satisfação com o cliente: colete a opinião sobre o seu produto e atendimento. Faça adaptações e melhorias para fidelizar clientes.

 

  • 13. Faça prospecção de leads: a partir do momento que tiver muitos leads, é necessário fazer uma pesquisa de qual dele pode se tornar um potencial cliente ou parceiro. Sempre dê uma olhada nos leads obtidos e veja o que pode aproveitar deles. 

 

  • 14. Monitore os seus resultados: observe os resultados. Vendas, investimentos, estoque, lucro, prejuízo e muito mais. É necessário estar sempre monitorando os seus dados para criar estratégias direcionadas.

 

Principais ferramentas para vendas online

Algumas ferramentas podem te auxiliar a alcançar os objetivos de venda. Elas podem, por exemplo, otimizar serviços e ajudar a alcançar um número maior de clientes. Coisas que qualquer loja gostaria de ter. 

Confira algumas ferramentas muito usadas por e-commerces que podem auxiliar o seu projeto.

 

E-mail marketing > Mailchimp

Falamos da importância do e-mail marketing para seu negócio. Mas como colocar em prática? Uma das alternativas é o Mailchimp, uma plataforma de automação de marketing e serviço de e-mail marketing. Com ele, o seu trabalho ficará muito mais elaborado e seus anúncios serão mais assertivos.

 

Atendimento ao cliente > JivoChat

Estar em contato com o cliente é fundamental para o sucesso do seu negócio. Mas como se comunicar com ele? Com o JivoChat será possível conversar em tempo real com qualquer um que acessar o site e responder todas as questões dele instantaneamente. Em poucos minutos, o seu cliente pode efetuar uma compra e sair completamente satisfeito.

 

Gestão de relacionamento (CRM) > Zendesk, Bitrix24, Pipedrive, Ploomes e Fresh Sales

Claro que vender um produto para uma pessoa é bom. Mas é muito melhor quando ela se torna um cliente que compre com frequência na sua loja. Então, é necessário fazer uma gestão de relacionamento (CRM), uma gestão 360º de vendas, marketing, atendimento e todos os pontos de contato. 

A Zendesk, Bitrix24, Pipedrive, Ploomes e Fresh Sales são exemplos de plataformas CRM que vão armazenar informações dos atuais clientes e potenciais, também. Dessa maneira, será fácil criar campanhas e oferecer produtos de maneira mais direcionada para eles.

 

Marketing digital > SEMrush, Google Ads e Facebook Ads

Estando em ambiente digital, é necessário ter estratégias de marketing voltadas para essa plataforma. Com ajuda do SEMrush, Google Ads e Facebook Ads, a sua loja pode ficar mais visível nos motores de busca e nas redes sociais, que são lugares onde a maioria das pessoas estão na internet.

 

Qualidade de serviço > Google Analytics e Kissmetrics

Para saber sobre os resultados da sua loja online, utilize ferramentas, como o Google Analytics e Kissmetrics. Eles darão os números de quantas pessoas entram na sua loja virtual, como estão entrando, quais são os produtos mais populares, qual a região do país está fazendo mais sucesso e muitas outras informações. 

 

Como escolher a plataforma para vendas?

Para montar uma loja online, é preciso escolher uma plataforma de vendas. Do mesmo jeito que deve escolher se vai ter uma loja na rua ou no shoppings, isso também acontece no ambiente digital. 

Veja qual delas encaixa com seus objetivos e qual pode render mais lucros.

 

Marketplaces

O Marketplace funciona como um shopping center virtual, pois é uma plataforma online onde diversos vendedores colocam seus produtos à venda. Caso consiga vender produtos por lá, parte das vendas vai para o dono da plataforma. 

Isso costuma ser vantajoso pois essas plataformas costumam ser muito populares. Grandes exemplos disso são os sites da Polishop e Magazine Luíza. Então, é importante considerar vender produtos nesse tipo de site.

 

Lojas virtuais alugadas ou SAAS

Ao invés de criar um site do zero, é possível alugar uma loja virtual. Isso pode ser feito com um SAAS, por exemplo. Ele é uma forma de disponibilizar softwares e soluções de tecnologia. Não é necessário instalar, manter e atualizar hardwares. Dessa maneira, seu negócio fica muito menos burocrático.

 

Loja própria ou instalada no seu servidor

A maneira mais tradicional para criar um e-commerce é com um site próprio. Em WordPress, a principal plataforma de sites do mundo, é possível criar site da forma que você deseja, com vários recursos de personalização.

 

Qual é a melhor plataforma para o meu negócio?

Uma das melhores escolhas de e-commerce é usar o WooCommerce. Não chega a ser uma plataforma independente, é um plugin que roda no WordPress. 

O plugin usa o CMS WordPress para criar a sua loja virtual, possibilita a personalização da sua loja com extensões dedicadas de WooCommerce e temas, além de contar com o suporte da comunidade do WordPress.

 

plataforma para criar loja online

 

Como expandir as vendas do offline para o online?

Se seu negócio já vai muito bem offline, como fazer para ter sucesso no online também? Há algumas estratégias que podem ser adotadas para os dois tipos de venda serem um sucesso e, assim, maximizar os lucros do seu negócio. Confira abaixo: 

 

  • 15. Estabeleça um atendimento com facilidades: se o cliente está indo para sua loja, é importante apresentar soluções e facilidades, caso contrário, ele não irá se sentir confortável com o processo de venda. 

 

  • 16. Crie uma política única de operação online e offline com a equipe de vendas: mesmo estando em plataformas diferentes, a marca é a mesma. Então, é necessário uma única política de vendas. Se a loja física vender de um jeito e a virtual de outra, o cliente irá ficar confuso e não irá se fidelizar a sua marca. 

 

  • 17. Ofereça atendimento em múltiplos canais: quanto mais plataformas puder se comunicar com o cliente, melhor. Seja pelo site, telefone ou redes sociais. Só se certifique que possa atender em todos os lugares com a mais alta qualidade. Isso pode fazer o número de clientes aumentar. 

 

  • 18. Crie bons anúncios para divulgar a loja física na loja virtual: mesmo atendendo pela internet, é muito importante os clientes saberem que também tem uma loja física e que possam conversar diretamente com você. Então, crie anúncios bonitos e criativos para sua loja offline. 

 

  • 19. Anuncie produtos exclusivos da loja física: exclusividade sempre chama atenção de clientes. Fazendo isso, pode despertar a atenção de muitas pessoas. Então, faça anúncios sobre produtos que só vende na loja física ou o contrário também. 

 

  • 20. Faça promoções exclusivas para a loja física: outra forma de atrair mais clientes para a loja física é fazendo promoções exclusivas. O site pode ser uma plataforma de divulgação para os preços mais baixos. 

 

  • 21. Crie campanhas de marketing segmentadas: se estiver pensando em atrair um público alvo específico, você pode fazer campanhas de marketing segmentadas. Um bom exemplo disso é o dia das mães, onde você foca as vendas para esse público. 

 

  • 22. Ofereça cupons de desconto para compras presenciais: todo mundo gosta de desconto. Uma forma de atrair clientes para a loja física é disponibilizar cupons de desconto em compras presenciais. Isso pode fazer com que mais pessoas vão à loja. 

 

  • 23. Inventário único para lojas físicas e online: apenas um estoque faz com que a  sua loja fique muito mais organizada. Além disso, fica muito mais simples de comunicar o cliente se tem ou não o produto que ele quer. 

 

  • 24. Integre o ERP (Planejamento de Recursos da Empresa) entre as lojas: todos os recursos do seu negócio devem ser integrados. Assim ficará mais simples de administrar o dinheiro.


Quais as vantagens de integrar loja física e virtual?

Muitos administradores de lojas físicas não se sentem confortáveis para migrar para o meio digital. Insegurança e o medo de ser hackeado fazem com muitos não invistam nessa área. 

Mas, na verdade, há grandes vantagens de estar no ambiente digital, veja abaixo quais são:

  • 1. As vendas online podem aumentar as vendas presenciais
  • 2. Aumenta o alcance geográfico
  • 3. Loja aberta 24h
  • 4. Número ilimitado de clientes por dia
  • 5. É fácil criar um e-commerce
  • 6. Possibilidade de ficar mais próximo do cliente
  • 7. Sua loja pode ter mais acessos ficando no topo do Google
  • 8. Montar uma loja virtual é mais simples e barato


Empresa para integrar vendas físicas e vendas online

Para fazer essa integração entre loja física e virtual, é necessário contratar uma empresa que saiba fazer esse meio campo. Uma agência digital que possui experiência nesse tipo de negócio e que saiba como funciona um e-commerce em todas as suas camadas.

 

Como a Studio Visual pode ajudar seu negócio?

Somos uma empresa especializada na criação de e-commerce. Com profissionais na criação de site e marketing digital será possível colocar seu negócio online no mercado de forma segura e profissional.

Entre em contato com a nossa equipe de atendimento e comece a ampliar a força de seus negócios. 

 

Studio Visual Venda online

– – – – – – – – – – – 

Diz aí o que achou deste artigo… Se possível, compartilhe com seus amigos ou liste novas sugestões para gente. Amamos a tecnologia também! 

Siga-nos nas redes sociais. 😉